Wednesday, September 01, 2010

Errar é fundamental

Por Marcelo Mariaca, www.administradores.com.br
26 de agosto de 2010, às 00h09min

Executivos, como todos os seres humanos, não estão imunes aos erros, muitas vezes, fatais para o negócio

Quando aos seis anos de idade me mudei com minha família da Bolívia, onde nasci, para Troy, nos Estados Unidos, logo tive que me acostumar com a casa, o idioma, a cultura e os amigos. Tudo novo. Além do fato de eu não ser loiro e de olhos azuis, como a maioria das pessoas locais, lá pelos 16 anos percebi que, conforme o tempo passava, minhas calças continuavam me servindo, não ficavam curtas como a de todos os outros garotos. Conclusão: eu seria um baixinho. Quando me dei conta disso, recordo que me senti desafiado a ser um sucesso. Já que não cresceria em altura, seria, então, um grande profissional.

Monday, August 16, 2010

Grandes nomes discutem o que vai ser do livro em papel

FONTE: Jornal da Globo - Edição do dia 05/08/2010 - 06/08/2010 00h34
Atualizado em 06/08/2010 00h54

O encontro de escritores e leitores na festa literária de Paraty reacende um debate: o livro impresso tem futuro, na era digital?

Ediney Silvestre
Paraty, RJ

Páginas viradas: assim fazemos há 550 anos. Assim já é para o cineasta Paulo Ballado, um leitor voraz que aderiu ao livro eletrônico e não tem nenhuma intenção de voltar às páginas impressas.

"Eu tenho ele há pouco menos de um ano e acredito que já tenho mais de 100 títulos aqui dentro". Ele gosta do formato e do peso do aparelho, do tamanho da tela, da maneira como o texto se forma.

Com o aprimoramento e a diminuição de preço dos aparelhos eletrônicos de leitura, livrarias tradicionais estão condenadas à morte. Será? O livro de papel está com os dias contados?

Informação falsa em currículo prejudica candidato

FONTE: Jornal da Globo 

Tuesday, August 10, 2010

VOCÊ ESTÁ PRONTO PARA LIDAR COM A GERAÇÃO Z?

Por: Carlos Henrique Vilela - www.chmkt.com.br

Eles preferem escrever mensagens de texto do que conversar. Gostam mais de se comunicar pela internet com gente que nunca viram pessoalmente do que realizar atividades ao ar livre ou passear com os colegas de escola. Não conseguem imaginar a vida sem telefone celular e acham uma chatice fazer uma coisa de cada vez.

Bem, como já deu pra ver, estou falando dos nativos digitais – a chamada geração Z. A letra que denomina esse pessoal nascido a partir de 1995 vem do termo ‘zap’ (zapear). Não só no sentido de mudar de um canal de TV para outro, mas também em ir da internet para o telefone, do telefone para a TV, da TV para o MSN, enquanto zapeia entre dezenas de sites, ouve músicas no seu iPod e, até mesmo, assiste a um filme.

Wednesday, August 04, 2010

SEGUNDA-FEIRA É ASSOCIADA A INÍCIO DE PROJETOS

Fonte: Jornal Hoje, Edição do dia 02/08/2010 - 02/08/2010 13h36 - Atualizado em 02/08/2010 13h36

Patrícia Taufer
São Paulo

Segundo especialistas, é importante marcar um dia pra dar início a planos e isso acaba sendo associado a começos naturais, como a semana, mês ou ano.

Tudo de novo! Primeiro dia útil da semana, do mês, do semestre escolar... E como é difícil!



Leia a matéria completa aqui

Monday, August 02, 2010

Erros comuns dos amadores

Se você comete alguns desses erros, ainda há tempo de corrigí-los. Certamente você conhece alguém que, talvez como você, também precise melhorar em alguns desses pontos, então que tal divulgar esse artigo para ele? O sucesso de seus amigos pode abrir muitas portas, não acha?

1 – Chega atrasado no cliente
Não respeita horário, sempre tem um culpado para seus atrasos: uma hora é o trânsito, já adoeceu a familia inteira e matou uns 10 parentes. Alguns inclusive já morreram mais de uma vez…

Tuesday, July 20, 2010

Comunicação Interna

Por Mauro Segura - 07/07/2010 - Nós da Comunicação

"A empresa que aparece na intranet é uma empresa diferente daquela que a gente vive no dia a dia".

"Onde o pessoal de comunicação interna vive? No país das maravilhas?"

"Estes caras da comunicação não sabem o que está acontecendo".

Quantas vezes você já ouviu falar nisso? Eu já ouvi isso de algumas empresas com que tive a oportunidade de me relacionar. E basicamente, na maioria das vezes, isso ocorre por alguns motivos recorrentes.

Sunday, July 18, 2010

Líder ou Gerente?

Por Luiz Gilberto Camargo Publicado 22/02/2010

Liderança é servir aos outros

Ser um ótimo administrador é bem mais fácil do que a maioria das pessoas pensa. Quando se fala em administrar, a primeira palavra que me vem à cabeça é liderança. Se existe um líder, obviamente, existem liderados. Entretanto, nem sempre existem líderes ocupando os cargos de administradores. Muitas vezes, e reintero, na maioria delas, existem gerentes nestas funções.

Líder tem a ver com ser exemplo, trabalhar em equipe, ter caráter e respeitar a todos. Já gerente relaciona-se com o cargo, hierarquia, poderes e ordens. Parece confuso, mas a ideia é simples: líderes alcançam seus resultados sem a necessidade de dar ordens, seus subordinados lhe seguem porque acreditam em sua proposta, no seu caráter, e esperam que seu líder os dirijam rumo ao desenvolvimento profissional e pessoal. Enquanto os gerentes necessitam utilizar o cargo que ocupam para relembrar seus subordinados das obrigações e das consequências de suas atitudes, e assim, a equipe desempenha suas atividades por razão óbvia: o medo da demissão.

Wednesday, July 14, 2010

Diretor de Felicidade



Tem até chefe medindo a alegria no escritório. Segundo os patrões, isso pode aumentar a produtividade em até 50%. Um empresa oferece sala para os funcionários tirarem um cochilo.

Wednesday, June 30, 2010

Mudança

Mire-se no exemplo de mulheres que fizeram da insatisfação um motor para transformar a vida com coragem e ousadia. Especialistas ensinam os segredos da criatividade aplicada ao cotidiano

Por Melissa Diniz

Diz um famoso provérbio que quem almeja o que nunca teve precisa fazer o que nunca fez. Parece óbvio, mas nem sempre essa sabedoria é aplicada. “Muitos indivíduos preferem manter os mesmos comportamentos, ainda que estejam insatisfeitos, pois acomodar- se gasta menos energia mental e emocional”, explica a psicóloga Márcia Belmiro, sócia-diretora da Humanitas Consultoria em RH, no Rio de Janeiro, e membro da Sociedade Brasileira de Coaching. O resultado da acomodação é uma mistura de frustração e baixa autoestima, que leva os descontentes a lamentar muito e agir pouco. “As pessoas confundem intenções com mudança real. Sempre que isso acontece, mostro a elas a discrepância entre o que dizem que desejam e o que realmente fazem para realizar esse desejo”, afirma o psiquiatra e escritor americano Gordon Livingston em seu best-seller Velho Muito Cedo, Sábio Muito Tarde – Conselhos para Viver com Vitalidade, Confiança e Coragem (Ed. Sextante).

Wednesday, June 23, 2010

Nascidos depois de 1980

Jovens da geração Y podem ser divididos em quatro tipos de profissionais

MSN Dinheiro & InfoMoney

Quando o assunto é trabalho, os jovens da chamada geração Y (nascidos depois de 1980) podem ser divididos em quatro tipos de profissionais. Ao menos, é o que revela a pesquisa "O que os jovens buscam no mercado de trabalho?" realizada pela professora e coordenadora adjunta de graduação em Administração do Ibmec/RJ, Lucia Oliveira.

De acordo com o estudo, os jovens profissionais podem ser agrupados como Engajados, Preocupados, Céticos e Desapegados, sendo os primeiros os mais ambiciosos da lista, já que desejam status, prestígio, poder, conhecimento e auto-realização.

Monday, June 14, 2010

Mudança não tras sucesso, mas muda

Por JAQUELINE C. BUENO


Este semestre tive a oportunidade de ministrar mais uma disciplina de Gestão da Mudança nas Organizações e sempre faço as reflexões em sala, converso com alunos gestores, pessoas de todas as áreas sobre a mudança, mas o que de fato me chama atenção são os comentários em relação ao desenvolvimento pessoal. Muitos não acreditam em marketing pessoal e dizem que os livros, cursos de desenvolvimento pessoal ou profissional, não servem para nada, pois segundo alguns, as pessoas não mudam simplesmente por terem freqüentado um treinamento ou por terem lido um livro.

Wednesday, June 02, 2010

O Coaching é eficiente?

por Daniela Diniz - VOCÊ RH

Cinco diretores de recursos humanos contam o que pensam de uma das técnicas mais usadas no mundo corporativo

É fácil encontrar algum executivo que já tenha ouvido a palavra coaching. O difícil, muitas vezes, é entender quando, para quem e como usar essa técnica. Apesar de sua popularidade no meio empresarial, a confusão sobre a eficácia do coaching ainda é grande. Para saber o que pensam do coaching e como aplicam em suas empresas, convidamos Ney Mauro Silva, da Camargo Corrêa; Paula Traldi, da Novartis; Valmir Buscarioli, da Electrolux; Fernando Moreno, da Saint-Gobain Distribuição; e Leda Machado, da Eaton. Veja a seguir suas orientações.

Wednesday, May 26, 2010

Gestão de Pessoas - A mudança


Quando ouvimos falar em trabalhos e horários flexíveis, prêmios e bonificações por desempenho, participação nas decisões e nos lucros da empresa, pensamos, imediatamente, que é numa empresa assim que gostaríamos de trabalhar. 

Entretanto, essa realização profissional parece distante. Não é de se estranhar, pois mesmo havendo muitas empresas que mudaram ou adequaram sua maneira de administrar, vivemos ainda numa sociedade repleta de administrações tradicionais.

A administração tradicional é aquela nossa velha conhecida empresa hierárquica e departamentalizada. Com horários e normas rígidas, informações restritas, na qual aumentos na remuneração estão diretamente ligados ao tempo de serviço do funcionário. 

Os funcionários dessas empresas também possuem valores tradicionais. Acreditam que deixar o chefe satisfeito é seu objetivo, já que é o chefe quem paga os salários. São também extremamente individualistas quanto a seu espaço e seu conhecimento da empresa e das informações que detêm, conforme ilustra o autor Stephen Robbins .

Contudo, estamos passando por uma mudança de paradigmas, em que a maneira tradicional de administrar está ficando obsoleta, dando lugar a novos modelos de organização. Nesta nova visão, o funcionário preocupa-se em satisfazer seus clientes, que são os verdadeiros sustentadores de seu salário. 

Há um interesse pelo aprendizado e pela especialização constantes, pela responsabilidade e compromisso com a empresa e surge também o espírito do trabalho em equipe.

UMA REENGENHARIA

Partindo desse princípio temos o processo de reengenharia, que consiste na reconstrução da estrutura organizacional da empresa. A reengenharia não tem por objetivo tentar consertar os processos existentes, mas sim, substituí-los por novos processos que sejam eficazes.

Conseqüentemente, temos a administração inteligente que visa integrar os funcionários à empresa, através da oportunidade de conhecerem a fundo a empresa e saberem o que se passa. 

As mudanças devem ocorrer de forma proativa, conscientizando os colaboradores da empresa sobre a importância da busca constante pelo crescimento profissional e pessoal. 

Complementando, temos a administração sinérgica que objetiva a harmonia entre colaboradores, organização e processos. Nesse tipo de administração fica ainda mais clara a importância que as empresas dão às pessoas no processo da mudança. A sinergia promove integração, respeito, confiança e democratização nos relacionamentos e processos internos da empresa.


O MONGE


Em meio às mudanças e ao fortalecimento da idéia de valorização das pessoas, surge também um novo perfil de gerência: o líder. Segundo James Hunter, “a chave para a liderança é executar tarefas enquanto se constroem os relacionamentos”. Hunter, em seu best-seller “O Monge e o Executivo” (2004), bate, incansavelmente, na mesma tecla da importância do relacionamento do líder com sua equipe. 

Além disso, o líder deve ser automotivado, seguro de si e deve ter profundos conhecimentos sobre o negócio para que possa influenciar positivamente as pessoas. Segundo Jack Welch, “líderes são incansáveis no aperfeiçoamento da equipe”. 

É essencial para o relacionamento, das equipes com seus líderes e entre todos os funcionários e unidades de uma organização, que haja uma boa comunicação interna. Para o bom andamento da empresa é recomendada a comunicação horizontal, que permite o compartilhamento de informações e a solução de problemas, além de proporcionar interação entre as pessoas envolvidas no processo.

Em relação às equipes de trabalho, é ideal que sejam pequenas para o melhor andamento das atividades propostas. 


ACONTECE A MUDANÇA

Devemos estar sempre atentos às mudanças, planejando estratégias e estudando os riscos e as oportunidades, pois o menor descuido e a realidade já é outra. Não há nada pior do que correr desesperado atrás do prejuízo.

A gestão de pessoas, quando realizada de forma correta, torna-se uma excelente vantagem competitiva, pois uma empresa que tem funcionários satisfeitos funciona inteiramente melhor. 

A empresa pode ter um belo prédio, um produto bastante útil, uma propaganda que marca. Mas se as pessoas que fizerem parte da empresa não se sentirem parte dela, é bem provável que as conseqüências no mercado não sejam as melhores.


Friday, May 21, 2010

Endomarketing - materiais

No site a seguir os visitantes encontram maiores informações sobre o Endomarketing: conceitos, trabalhos, artigos, links, enfim, mais uma fonte de informações sobre o assunto.

Acesse: www.endomarketing.com

Endomarketing - Valorização

Palestras motivacionais, café da manhã com o presidente da empresa, eventos e ações de incentivo. Para muitas empresas, estas atividades fazem parte das estratégias de Endomarketing

Empresas como Google, Microsoft, Apple e Toyota, são conhecidas por possuir o Endomarketing em seu DNA. Estas companhias estimulam seus funcionários através de ações focadas no bem-estar deles o que, conseqüentemente, melhora a produção e a capacidade intelectual das equipes. 

Para as empresas, o perigo das ações motivacionais é a autonomia dada a um funcionário incompetente. 

O planejamento, portanto, é um dos princípios do Endomarketing. Não basta desenvolver ações para remediar um problema interno ou para aumentar a vendas temporariamente. É preciso identificar virtudes e dificuldades entre os colaboradores ou serviços de uma empresa, através de ferramentas específicas que apontam o problema usando metas e resultados. 

Desmistificar o conceito de que o Endomarketing é um evento de integração ou uma ginástica laboral,  é fundamental para sua valorização dentro das organizações.


Thursday, May 20, 2010

Falar em público

Para o futuro orador, seja ao falar, ensinar, vender ou entreter, é importante aproximar o universo da leitura e exercitar a expressão oral desde criança. Veja um trecho desta matéria da revista "Nova Escola", como educadores (e pais) podem se atentar sobre este assunto e preparar a criança para um futuro brilhante.

Quem não apresenta suas ideias com clareza ou defende mal seus argumentos diante um grupo enfrenta problemas tanto na sala de aula como na vida profissional. Embora o ensino da língua oral esteja previsto nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) há mais de uma década, essa prática está longe de ser prioridade. Ela é confundida com atividades de leitura em voz alta e conversas informais, que não preparam para os contextos de comunicação.

Wednesday, May 19, 2010

Ser profissional de excelência


Mesmo sem ter lido o best-seller “7 hábitos das pessoas altamente eficazes”, eu acredito que melhores hábitos tornam as pessoas melhores. Caminhar todas as manhãs, consumir produtos integrais, ler 1livro todo mês, fazer diferente o que você sempre fez igual.

Alguns dos nossos hábitos já fazem parte de nós, são automáticos, outros precisam de disciplina para realizá-los. Se queremos ser um grande profissional, cidadão ou pai, é preciso fazer isso. Percebi que boa parte dos bons hábitos são mais ou menos o mesmo para todo mundo. Como estes cinco que li e que, coincidência ou não, já aplico na minha vida há algum tempo:

Friday, May 07, 2010

Modelo básico de Currículo

MODELO BÁSICO DE CURRÍCULO

Friday, April 23, 2010

Equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Por TK Subramanian, CIO do UB Group

Um episódio, realizado há 30 anos, me alertou para a importância de buscar o balanço - para minha equipe, inclusive - entre trabalho e diversão
Eu aprendi a importância de conseguir um balanço entre a vida pessoal e profissional há 30 anos. Na época, eu tinha apenas quatro meses de trabalho em uma empresa farmacêutica quando marquei a data do meu casamento. Eu sabia que por conta disso precisaria de alguns dias de folga para a lua de mel, mas meu gestor me assegurou que tratava-se de uma ocasião para a qual ele abriria uma exceção.

Thursday, November 05, 2009

Saúde Emocional - Terapia


Todos nós temos necessidades emocionais - e algumas vezes estamos mais vulneráveis que em outras. É quando o modo de encarar os problemas pode ser o seu maior aliado. Como você lida com a irritação, o estresse e a baixa auto-estima? 

Controle da irritação

Todos nós já sentimos e sabemos o que é a irritação: seja como um aborrecimento passageiro ou um ódio avassalador. Para tanto, é preciso ter em mente quais são os seus objetivos e como alcançá-los sem machucar outras pessoas. 

Ter uma atitude positiva não significa ser exigente ou controlador em excesso; na verdade, significa respeitar a si e aos outros. A irritação pode ser suprimida e, em seguida, convertida ou redirecionada. 

Isso acontece quando você aguenta firme, pára de pensar nos problemas e concentra-se em algo positivo. O objetivo é inibir ou suprimir a irritação, convertendo-a num modo de agir construtivo. Nesse tipo de resposta, o perigo é que, quando você não manifesta os sentimentos, eles podem se interiorizar, causando a elevação da pressão arterial ou depressão.

Você pode se tornar alguém mais tranqüilo. Isso significa não apenas controlar o comportamento, mas também controlar as suas respostas interiores, seguindo passos para reduzir a freqüência cardíaca, acalmar-se e esfriar a cabeça. Quando nenhuma dessas técnicas funciona, alguém - ou algo - sairá machucado.

Quais estratégias você pode usar para evitar a irritação?

Algumas técnicas simples de relaxamento, como respirar profundamente e pensar em imagens relaxantes, podem ajudá-lo a acalmar-se. Existem livros e cursos que ensinam técnicas de relaxamento, e após aprendê-las você pode usá-las em qualquer situação. Se você faz parte de uma relação na qual ambos os parceiros são temperamentais, pode ser uma boa ideia para ambos aprender essas técnicas.

Exercício

· Respire fundo, com o diafragma; respirando com o tórax não lhe permite relaxar. Tente respirar, inspirando profundamente e expirando com a barriga.

· Repita devagar uma palavra ou frase de tranqüilidade, como 'relaxe', 'tenha calma'. Repita enquanto respira fundo.

· Use a imaginação; visualize um ambiente relaxante, uma praia de uma ilha deserta (onde você pode estar com a pessoa que ama), use a sua memória ou imaginação.

· Exercícios leves, semelhantes à yoga, podem relaxar os músculos e fazê-lo sentir-se mais calmo. Pratique essas técnicas diariamente. Aprenda a usá-las automaticamente quando estiver em situações de estresse.


Reestruturação cognitiva

Em outras palavras, significa mudar o seu modo de pensar. Pessoas irritadas tendem a agir conforme os sentimentos interiores. Quando você está chateado, o seu pensamento pode tornar-se exagerado e extremamente dramático. Tente substituir essas idéias por atitudes racionais.

Tenha cuidado com palavras como 'nunca' ou 'sempre' quando estiver falando sobre você ou outras pessoas. 'Esse aparelho nunca funciona', ou 'você sempre esquece tudo' também servem para justificar a sua irritação e fazem você acreditar que não há como resolver os problemas.

Pense antes de falar, não diga a primeira coisa que vier à cabeça, relaxe e pense cuidadosamente no que você quer dizer. Ao mesmo tempo, ouça atentamente o que a outra pessoa está falando e reserve um tempo para pensar antes de responder. 

E lembre-se! Escutar é uma atitude de sabedoria....

Ajuda profissional 

PSICOTERAPIA é um espaço reservado para compreender as próprias alegrias e as próprias dores, os próprios limites e descobrir as próprias potencialidades conscientizando-se de nossas responsabilidades sobre tudo isso. 

Trata-se de uma "brecha" que criamos na nossa vida corrida e atribulada, para cuidar de nossas emoções, para crescer e transformar a própria vida. O terapeuta tem como compromisso iluminar esta busca, facilitando a visão dos caminhos possíveis.

O PSICODRAMA é uma teoria baseada no entendimento de que saúde e doença se dá nas relações que propomos. Surgiu na década de 20, numa época em que a sociedade valorizava o inconsciente, vivendo a divulgação das idéias de Freud. Jacob Levy Moreno, criador do PSICODRAMA, acreditava no amor e no compartilhar mútuo como base para a vida e para as relações em grupo. 

UM LÍDER ESPIRITUAL pesquisas já comprovam que as pessoas ligadas a religiosidade, religião ou espiritualidade tem demonstrado melhoras no estado emocional e na saúde emocional.

O importante é ficar livre de irritações excessivas e prejudiciais 



Tuesday, June 16, 2009

Dinamica - Discriminação e Preconceito

Imaginem que vocês estão no “Titanic”... De repente o navio naufraga, inundando muito rápido, devido a uma colisão com um iceberg. No momento do desespero você encontra um bote salva-vidas para 7 (sete) pessoas; porém, 12 (doze) pessoas, desesperadas tentam conseguir um lugar no seu bote. Você deverá fazer a escolha das pessoas que salvará lembrando que, vocês terão que conviver juntos no mesmo bote, talvez, muitos dias, até que consigam ser resgatado por outro navio ou por uma equipe de salvamento. Quem você levará?!!!

Abaixo há uma relação das doze pessoas que pretendem entrar no seu bote. Faça sua escolha, destacando seis pessoas tão-somente.

Um violinista, com 40 anos de idade, narcótico viciado;
Um advogado, com 25 anos de idade;
A mulher do advogado, com 24 anos de idade, que acaba de sair do manicômio. Ambos preferem ou ficar juntos no bote em alto mar, ou fora dele;
Um sacerdote, com a idade de setenta e cinco anos;
Uma prostituta, com trinta e quatro anos de idade;
Um ateu, com 20 anos de idade, autor de vários assassinatos;
Uma universitária que fez voto de castidade;
Um físico, 28 anos de idade, só aceita entrar no abrigo se puder levar consigo sua arma;
Um declamador fanático, com 21 anos de idade;
Uma menina, com 12 anos de idade, e baixo QI, portadora de vírus HIV;
Um homossexual, com 47 anos de idade;
Uma débil mental, com 32 anos de idade, que sofre de ataques epiléticos.


Relacione nas linhas abaixo, as pessoas que você salvará, por ordem de preferência: (lembre-se que no bote só cabem 7 pessoas(você conta também); sem que a sua vida e a dos outros esteja em perigo).

Trava língua


TRAVA-LÍNGUA

O arcebispo de Constantinopla será desarcebispoconstantinopolizado
Quem o desarcebispoconstantinopolizar,
Bom desarcebispoconstantinopolizador será.

Treine até falar corretamente ...

Friday, May 15, 2009

Temperamentos do Ser Humano


A Psicologia tem estudado o comportamento humano e tentado compreendê-lo para auxiliar o autoconhecimento. Muitas teorias tem se sucedido, muitas vezes se completando, outras vezes eliminando crenças tidas como verdades até então.

Hoje é aceito o conceito de que há uma parte da personalidade humana que é genética, ou seja, já nasce conosco e outra parte é moldada a partir de nossa interação com o meio em que vivemos, por meio de nossas experiências de vida, relacionamentos e traumas. A teoria dos Temperamentos trata da parte genética da nossa personalidade.

Existem 4 tipos de temperamentos, que interferem na maneira das pessoas agirem e reagirem nos seus relacionamentos e acontecimentos de um modo geral.

Conhecer nosso próprio temperamento é fundamental para que possamos buscar uma canalização positiva de nossas atitudes advindas do temperamento e o fortalecimento das nossas qualidades. A intenção aqui é abordar algumas características a fim de nortear alguns aspectos dos temperamentos, para facilitar o entendimento e, conseqüentemente, a abordagem mais apropriada de comunicação para com as demais pessoas, em se tratando de liderança.

Obviamente, não existe temperamento melhor ou pior, mas sim diferentes. O que vale salientar é a habilidade de saber identificar essas características nas pessoas (e em si próprio). Longe de querer “enquadrar” as pessoas em determinadas denominações, o objetivo aqui é dar uma explanação geral sobre conceitos e história dos temperamentos. A palavra temperamento deriva do latim ‘temperamentum’, que significa ‘uma mistura de proporções’. Pode-se dizer que, em essência, temperamento é um estilo pessoal inerente, uma predisposição que forma a base de nossas tendências naturais: pensar, sentir, desejar e agir.

De acordo com as definições do psicólogo californiano David Keirsey, temperamento são nossas inclinações, diferente de caráter, que são nossos hábitos. Hipócrates (460 – 370 a.C.) foi o primeiro a estudar temperamentos, onde o estudo foi enriquecido, posteriormente, pelo médico romano Galeano, Nesta etapa, Galeano denominou os quatro tipos de temperamentos como: sanguíneo, colérico, fleumático e melancólico. Cada um deles possui pontos fortes e pontos fracos, onde constantemente, há a identificação de mais que um por pessoa, mas um deles sendo o dominante. A seguir, os quatro tipos de temperamentos onde, certamente você se identificará (bem como as pessoas que você conhece):

Temperamento Sanguíneo

Qualidades – Comunicativo, eufórico, destacado, entusiasta, afável, simpático, bom companheiro, compreensivo, crédulo. O sanguíneo é aquele que fala antes de pensar. É uma pessoa jovial, com seu espírito descontraído e com seu encanto pode ser, com toda a razão, chamado de o temperamento que "aproveita" a vida. Ele tem uma personalidade calorosa, vivaz e, corretamente, às vezes o chamam de "alma da festa". É o tipo de pessoa que costumamos encontrar que em qualquer reunião toma conta das conversas. Se há um grupo de pessoas reunidas e rindo, com certeza tem um sangüíneo falando. Pontos críticos – Fraco de ânimo, volúvel, indisciplinado, impulsivo, inseguro, egocêntrico, barulhento, exagerado, medroso. O sanguíneo é aquele que se ira com facilidade e pega logo fogo; é impulsivo. O termo é relativo ao sangue, que tem ou parece ter aumento da massa sanguínea (dic. Aurélio). É emocionalmente instável.

Temperamento Colérico




Qualidades – Enérgico, visionário, resoluto, independente, otimista, prático, eficiente, decidido, líder, audacioso. A principal qualidade do colérico é à força de vontade, que faz dele uma pessoal enérgica, eficiente, resoluta, e um líder cheio de audácia e otimismo. O colérico é extrovertido, e também, provavelmente é o que mais produz ; isso lhe dá o direito de ser chamado o temperamento mais ativo. Ele é auto-confiante e possui vontade forte. É o tipo de pessoa que resolve as coisas, que transforma idéias em fatos reais. Toma atitude definida diante dos problemas. Defeitos – Iracundo, sarcástico, impaciente, prepotente, intolerante, vaidoso, auto-suficiente, insensível, astucioso. O nome colérico vem de cólera, que é o impulso violento contra o que nos ofende, fere ou indigna, ira. O colérico é propenso à cólera, cheio de cólera, irado, atacado de cólera (dic. Aurélio).

Temperamento Melancólico

Qualidades – Habilidoso, talentoso, minucioso, sensível, perfeccionista, esteta, idealista, leal, dedicado e auto-disciplinado. Defeitos – Egoísta, deprimido ou amuado, pessimista, teórico, confuso, anti-social, crítico, vingativo, inflexível. O temperamento melancólico é aquele que sofre de melancolia que é um estado mórbido de tristeza e depressão, pesar (dic. Aurélio). O melancólico se esconde dos outros, não se mistura, gosta de andar só. É voltado para si mesmo, e, às vezes, pensamos nele como o que possui o temperamento "sofredor", pois é muito exigente consigo mesmo, através de uma constante auto-análise. Ele é uma pessoa naturalmente sombria, tristonho e pessimista, entretanto é muito bem dotado e com tendências para gênio.

Temperamento Fleumático

Qualidades – Calmo, tranqüilo, digno de confiança e cumpridor de deveres, eficiente e organizado, conservador, pratico, objetivo, líder, diplomata, bem-humorado. Embora seja tímido, aprecia o convívio social. Defeitos – Calculista, temeroso, indeciso, contemplativo, desconfiado, pretensioso, introvertido, desmotivado. O nome fleumático vem de fleuma, que quer dizer frieza de ânimo, impassibilidade (dic. Aurélio). Logo, o fleumático é aquele que tem fleuma. É desatento, desligado. Introvertido, tem uma tranqüilidade singular que lhe confere um temperamento de fácil relacionamento, manso e bem equilibrado. Ele é teimoso e indeciso.

A Teoria dos Temperamentos é um modelo científico que tenta nos ajudar a conhecermo-nos melhor, não havendo ninguém que seja exclusivamente de um ou outro temperamento. É bastante comum termos um temperamento dominante e um secundário. Durante a nossa vida, devido às nossas experiências, traumas e necessidades, certas características de nossos temperamentos podem se sobressair e outras se ocultarem, o que não significa dupla personalidade ou fingimento.
O correto desenvolvimento de uma pessoa deve passar pelo aperfeiçoamento das características positivas de seu temperamento e a luta constante por vencer seus pontos críticos.

Cabe ressaltar ainda que, todo temperamento é influenciado pelo caráter, personalidade e comportamento de cada indivíduo. Daí a importância do líder possuir este conhecimento a fim de aplicá-lo no seu dia-a-dia, na convivência com os demais, respeitando seus limites, enfatizando as qualidades peculiares de cada um e auxiliando em alguma fraqueza que se possa e se queira melhorar.
É necessário entender porque se apresentam comportamentos totalmente diferenciados em cada ocasião, e como compatibilizar toda esta energia para uma convivência oportuna e uma produtividade agradável e sadia.

Ai com certeza apresenta-se o “x da questão”, saber aproveitar as diferenças e formar um time vencedor!

GÊNIO DA LÂMPADA? EXISTE ISSO?

Na tradição cristã não há gênios.
Cada pessoa é um sonho de Deus tornado realidade; um destino; um ser planejado intencionalmente que Deus pôs no mundo como um personagem único nesta história que se desenrola.
As Escrituras alegam que nosso nascimento ocorreu em “tempos anteriormente estabelecidos”por Deus e que vivemos nos “lugares exatos” em que deveríamos viver.
O salmista declarou:
“Todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir.”
Isso significa que cada um de nós é único e se encaixa com perfeição neste mundo, no processo que segue para um telos — um fim — com um objetivo concebido pelo próprio Deus.
Para quem crê em Deus, esta não é a terra da “sobrevivência do mais forte” —, mas sim, um mundo para os predestinados. O problema é que, em vez de buscar o plano predestinado de Deus, muitos acreditam na invenção de sua própria história.
Ao contrário do que Byrne nos diz,o segredo oculto consiste não em inventar sua própria história, mas em encontrar o seu lugar na história que é contada por outra pessoa — Deus.
A mais antiga revelação desse fato afirma que a criação continha as idéias inspiradas de Deus — havia um lugar para tudo e todos.

ATRAIMOS TUDO!!!!SERÁ?

Considere o holocausto.
É realmente plausível que seis milhões de judeus tenham “atraído” esse horror inimaginável para suas vidas por si mesmos?
Ou havia outras forças em ação — como o poder ilimitado nas mãos de um ditador insano chamado Hitler?
E o que dizer de abusos e assassinatos de crianças?
Será que as vítimas “imaginaram” ou “atraíram” essas coisas por elas mesmas?
Se não, por que tudo isso lhes teria acontecido?
Será que a lei da atração, que “trabalha para todas as pessoas em todos os lugares, o tempo todo”, não funcionou no caso delas, ou havia outras forças em movimento — como um criminoso doentio?
E quanto a Deus?
Sobre ele, os partidários da prática atual da lei da atração são praticamente omissos. O que é estranho, pois a maioria das pessoas acredita em Deus.
Em sua interpretação de “O Segredo”, o grupo de Byrne aparece o que existe e se retirou. Ou então, pode até estar presente por aqui — mas não de um modo que faça diferença.
Não há portanto um“Grande Plano”.
E,se Deus realmente existe, então ele (ou ela?) é tão distante e irreconhecível, tão fora do alcance dos assuntos mundanos, que ninguém pode discerni-lo ou chegar perto dele.
O grupo sugere que o universo é,ao contrário,uma espécie de gênio que existe ....

GÊNIO DA LÂMPADA MAL, HEIM?


FAZER E TER O QUE QUISER? SERÁ?

Os proponentes da mais recente versão da lei da atração afirmam que todo mundo pode ser, fazer ou ter tudo o que quiser — felicidade, saúde, riqueza.
Estamos acostumados a ouvir as perguntas:“Em que tipo de casa você quer viver?” ou “Você quer ser um milionário?” E a ouvir as declarações:“Milagres acontecem quando você sabe como aplicar ‘O Segredo’.”
O poeta americano RalphWaldo Emerson (1803-1882) escreveu certa vez:“O segredo é a resposta para tudo o que foi, tudo o que é e tudo o que será.”
Ao citar Emerson,os defensores das crenças que acabei de descrever alegam que o grande segredo da vida é este: cada um de nós trabalha com um poder infinito — a lei da atração. Mas eles esquecem um detalhe essencial: é preciso ir muito além do “Segredo”.

HISTÓRIA DO RANCHEIRO - QUEM MANDA?

Quem acredita em Deus costuma ficar confuso com o equilíbrio entre o que devemos fazer e o que Deus faz.

Como na história do rancheiro lá do oeste que recebeu a visita de seu pastor.
O rancheiro passeava com o pastor por sua propriedade, mostrando as construções bem conservadas, as cercas, os gramados cuidadosamente aparados.
Diante daquilo tudo, o pastor declarou, com reverência:
“Como Deus abençoou esta propriedade!”
De maneira simples e direta, o rancheiro respondeu:
“Imagino que sim… mas o senhor devia ter visto quando isso aqui era só dele.”

A LEI DE NEWTON A NOSSO FAVOR

A terceira lei do movimento, de Newton, diz: “A cada ação corresponde uma reação igual e oposta.” Esta é uma outra maneira de expressar a lei da atração.
Jesus Cristo nos mostrou que a lei da atração, vulgo “O Segredo”, funciona em nossos relacionamentos com os outros:
“Sejam misericordiosos, assim como o Pai de vocês é misericordioso.
Dêem, e lhes será dado: uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês. Pois à medida que usarem também será usado para medir vocês.”



Isso significa que
se você sorri para alguém, o mais provável é que essa pessoa sorria de volta. Se você é cruel com uma pessoa, o mais provável é que ela seja cruel com você também.
Se você é genuíno e bondoso com os outros, é quase certo que os outros expressem bondade em retribuição.
Se você é crítico sobre tudo e todos, você pode esperar uma dose pesada de julgamento crítico de outros em sua vida.
Você atrai o que você coloca para fora. A lei da atração funciona para todos, em todos os lugares, o tempo todo, quer a pessoa a compreenda, ou não.

LEI DA ATRAÇÃO, É POSSÍVEL?

Muitos acreditam que “o que tiver de ser, será”. Crêem que o ser humano não tem nada a ver com o futuro; isso é com Deus. A soberania de Deus está por trás de todos os fatos, e os seres humanos não podem efetuar aquilo que Deus deixou de decidir. Este grupo costuma dizer que nossos pensamentos, crenças e ações são meros coadjuvantes, porque Deus fará o que quiser, independentemente
dos seres humanos.

Contudo, se Deus realmente quisesse ter criado um mundo sobre o qual os seres humanos não tivessem nenhum controle, por que teria feito um mundo cheio de
leis — leis tão específicas e previsíveis que nós podemos enviar uma pessoa à lua e prever, com uma margem de frações de segundo, o momento da aterrissagem?
E se Deus tiver estabelecido leis justamente para que os humanos tivessem mais controle sobre suas vidas?
O grande apóstolo Paulo afirmou:
“todas as coisas são de vocês,seja […] o mundo, a vida, a morte, o presente ou o futuro, tudo é de vocês.” Em outra parte ele escreveu:“Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá.”

Esses textos asseguram que todos nós somos como o fazendeiro que busca tomar o máximo partido das leis da natureza para suas boas colheitas. Um fazendeiro que
deseja que a terra lhe dê milho deve aprender a cooperar com a natureza para consegui-lo.
A natureza não seleciona o tipo de colheita, mas espera que o fazendeiro decida. E ele decide: o fazendeiro pode realmente “predizer o futuro” de um campo, ao escolher o tipo de “semente” a ser plantada nele. Para “atrair” milho, o fazendeiro simplesmente planta sementes de milho.
É desta maneira que funciona a lei da atração. As regras da criação são as mesmas para todo mundo. Deus não decide sozinho se cada um de nós será feliz ou não. Nós podemos coordenar o nível do sucesso que vivemos em nossos casamentos, finanças, carreiras, paternidade etc. à medida que cooperamos com as leis que Deus estabeleceu.
Podemos atrair alegria ou dor para nossas vidas, agora mesmo, inclusive: a lei da atração é uma lei que está em vigor o tempo todo, e não precisamos aprender a manejá-la para que ela funcione.
Podemos, no entanto, perceber como “trabalhá-la” para nosso proveito, em vez de para nossa desvantagem.

Dicas para o Vestibular

Durante o Ano de Estudos



Procure criar uma programação de estudos de acordo com suas necessidades e possibilidades. Criar um hábito de estudo diário é fundamental para um bom desempenho nos vestibulares.


Dedique um tempo de estudo diário. Estabeleça critérios de disciplinas (matérias) de tal forma que todas sejam estudadas. Porém, você deverá se dedicar mais àquelas que encontrar maior dificuldade.


Além de estudar, não deixe de lado as atividades sociais e de lazer. Estas ajudam a deixar a cabeça legal para os estudos. Praticar algum tipo de esporte também serve para relaxar e manter o corpo com boa disposição.


Leia todos os livros obrigatórios durante o ano. Não deixe acumular tudo para os dias próximos ao vestibular.
Além de ler, procure fazer um resumo com as principais características da obra e seus autores.




Mantenha-se informado lendo revistas e jornais diários. Os temas da atualidade costumam cair em redações e questões dos vestibulares.


Não deixe dúvidas passar em branco. Leve as para seu professor para esclarecê-las, pois elas poderão aparecer na prova.


Se você está no Ensino Médio ou no cursinho, estude a matéria em casa no mesmo dia que você teve na escola. Especialistas dizem que é a melhor forma de assimilar e garantir o aprendizado.

Durma bem, pois é durante o sono que o cérebro processa e assimila tudo que foi aprendido durante o dia.

Faça todos os exercícios e atividades solicitadas pelos professores do colégio ou cursinho.


Pegue questões e respostas dos vestibulares dos últimos 3 anos para conhecer o estilo e nível da prova que você vai fazer. Isso é importante para a familiarização com o tipo de prova.


Procure fazer o ENEM, pois ele conta pontos para muitos vestibulares.

Faça e refaça redações, pois elas costumam ter um peso significativo nos vestibulares.

Sempre que encontrar uma palavra desconhecida nos textos de estudo, procure seu significado no dicionário

. Um aluno com um bom nível de entendimento de palavras tem maiores chances de ir bem nas redações e entender o enunciado das questões.





Dias Antes da Prova



Procure dormir bem e fazer uma boa alimentação, sem exageros.

Faça apenas revisões e não entre em desespero para tentar aprender muitos conteúdos em poucos dias.

Fuja de situações de stress, procurando fazer programas que visam a tranqüilidade.
Faça uma visita ao local de prova para ir se familiarizando com a região. Trace um plano de como chegar ao local.

Lembre-se que muitos vestibulares são extremamente rigorosos com relação ao horário de entrada dos vestibulandos. Chegar atrasado pode significar a perda da prova.

Deixe todos os documentos necessários em ordem e prontos para serem utilizados no dia da prova.



No dia e no momento da Prova

Procure chegar no local da prova com uma hora de antecedência. Caso ocorra algum imprevisto no caminho, o tempo de sobra será suficiente para buscar uma solução.

Faça uma alimentação leve e de forma tranqüila. Não coma coisas que você não tenha por hábito comer para evitar problemas digestivos

no momento da prova.

Leve para a prova todo material necessário (com itens de reservas) e algum alimento (barra de cereais, um chocolate, água).


Procure fazer a prova com calma e concentração.


Não gaste muito tempo em questões que você sabe que terá dificuldades. Comece pelas questões mais fáceis para garantir estes pontos, deixando as mais complexas por último.


Se tiver que "chutar" num teste, faça com inteligência. Deixe de lado as alternativas que você percebe que não podem estar corretas. Ou seja, use a técnica da eliminação e o bom senso.


Procure sempre escrever respostas completas e de acordo com o que se pede. Não enrole na resposta, pois você poderá perder pontos importantes.


Use todo o tempo disponível e faça uma revisão nas respostas, se tiver tempo. Esta revisão serve para eliminar erros de ortografia ou conteúdos.



BOA SORTE !!!

Estudo mais Eficiente

1 - O local de estudo deve ser limpo, quieto, bem iluminado pelo sol, arejado e confortável. Deve ser um local em que você se sinta bem. A cadeira e a mesa devem ser adequadas ao seu peso e tamanho.

2 - Se possível, estude em lugar isolado, por onde não transitem pessoas livremente. E tire, por exemplo, cadeiras confortáveis das proximidades de sua mesa, para que você não seja incomodado por alguém.
3 - Escolha um lugar para guardar os materiais que vai utilizar em seus estudos, mantendo tudo sempre organizado. E use-os na medida da necessidade e em seguida recoloque-os no lugar devido.



4 - Limpe sua mesa, e deixe sobre ela somente o material indispensável para a realização da tarefa imediata. O excesso de cadernos provoca distração e desânimo, além de dificultar a localização daquilo que é necessário para a conclusão da atividade.



5 - Tenha sempre à mão uma relação de tarefas. Registre em uma agenda, caderno ou pasta. À medida que surgirem tarefas, determine um prazo máximo para o cumprimento de cada uma, contando com os possíveis imprevistos.



6 - Faça uma coisa de cada vez. A preocupação com várias tarefas simultâneas divide a atenção, gera erros e atrapalhações, ocasionando perda de tempo e deficiência no aprendizado que pode ser fatal na hora do teste.



7 - Jogue no lixo toda papelada que já foi usada, e que você sabe que não terá mais utilidade. O acúmulo de lixo só atrapalha.



8 - Planeje seu horário priorizando as disciplinas nas quais esteja mais fraco e estabeleça um tempo determinado para cada uma dessas matérias. Dedique o resto do dia ao estudo das matérias menos prioritárias.




9 - Estude no máximo seis horas por dia. O lazer e o convívio com as pessoas que ama são fundamentais para um bom rendimento.

Thursday, May 07, 2009

Entrevista de Emprego - Perguntas Frequentes

Tem uma entrevista de emprego e não sabe o que vão perguntar? Leia com atenção!


1. Fale sobre si. Esta pergunta é quase obrigatória em uma entrevista de emprego e deverá ser muito bem praticada para uma resposta sucinta, direta e, acima de tudo, que valorize o seu perfil profissional.
2. Quais são seus objetivos a curto prazo? E a longo prazo? Seja específico e tente aproximar, de alguma forma, os seus objetivos aos da própria empresa. Respostas como "ganhar bem" ou "aposentar-se" são totalmente proibidas.
3. O que o levou a enviar o seu currículo a esta empresa? Aproveite esta deixa para demonstrar que fez o seu "trabalho de casa" e fale sobre a atividade da empresa e a forma como o posicionamento desta a torna uma empresa de elevado interesse para qualquer profissional. Naturalmente, para responder a esta pergunta, é preciso fazer previamente uma pesquisa sobre a empresa. Vá ao site institucional, faça pesquisas usando mecanismos de busca, leia revistas da especialidade e converse com pessoas que trabalham ou já trabalharam lá.
4. Qual foi a decisão mais difícil que tomou até hoje? O que é pretendido com esta questão, é que os candidatos sejam capazes de identificar uma situação em que tenham sido confrontados com um problema ou dúvida, e que tenham sido capazes de analisar alternativas e conseqüências e decidir da melhor forma.
5. O que procura num emprego? As hipóteses de resposta são várias: desenvolvimento profissional e pessoal, desafios, envolvimento, participação num projeto ou organização de sucesso, contribuição para o sucesso da sua empresa, etc.
6. Você é capaz de trabalhar sob pressão e com prazos definidos? Um "não" a esta pergunta pode destruir por completo as suas hipóteses de ser o candidato escolhido, demonstre-se capaz de trabalhar por prazos e dê exemplos de situações vividas em trabalhos anteriores.
7. Dê-nos um motivo para o escolhermos em vez dos outros candidatos. Esta é sempre das perguntas mais complicadas mas o que se espera é que o candidato saiba "vender" o seu produto. Isto é, deverá focar-se nas suas capacidades e valorizar o seu perfil como o mais adequado para aquela função e a forma como poderá trazer benefícios e lucros para a empresa.
8. O que você faz no seu tempo livre? Seja sincero, mas, sobretudo lembre-se que os seus hobbies e ocupações demonstram não só a capacidade de gerir o seu tempo, preocupações com o seu desenvolvimento pessoal e facilidade no relacionamento interpessoal.
9. Quais são as suas maiores qualidades? Aponte aquelas características universalmente relacionadas com um bom profissional: proatividade, empenho, responsabilidade, entusiasmo, criatividade, persistência, dedicação, iniciativa, e competência.
10. E pontos negativos/defeitos? Naturalmente que a resposta não poderá ser muito negativa, pois serão poucas as hipóteses para um profissional que diga ser desorganizado, desmotivado ou pouco cumpridor dos seus horários. Assim, o truque é responder partindo daquilo que normalmente é considerado uma qualidade mas agravando-o de forma a parecer um "defeito". Ou seja, exigente demais, perfeccionista, muito auto-crítico, persistente demais, etc.
11. Que avaliação faz da sua última (ou atual) experiência profissional? Não se queixe e, em caso algum, critique a empresa e respectivos colaboradores. Diga sempre alguma coisa positiva, ou o ambiente de trabalho ou o produto/serviço da empresa. Se começar a apontar defeitos ao seu emprego anterior correrá o risco de o entrevistador achar que o mesmo pode acontecer no futuro relativamente aquela empresa.
12. Até hoje, quais foram as experiências profissionais que lhe deram maior satisfação? Seja qual for a sua escolha, justifique bem os motivos. Tente mencionar as mais recentes e que sejam mais adequadas aos seus objetivos profissionais.